As necessidades fisiológicas de um cachorro

in Jornal de Coimbra, 18 de Junho de 2003

Vamos falar de como educar um cachorro para que ele aprenda a fazer as suas necessidades fisiológicas quando e onde nós queremos.

Um cachorro vai ter tendência para fazer as suas necessidades fisiológicas a seguir a períodos de excitação (a seguir a uma brincadeira, por exemplo), ao acordar, no fim de comer ou de beber água. Uma maneira fácil de rapidamente habituarmos o nosso cachorro a não fazer as suas necessidades pela casa é anteciparmo-nos a ele. Se ele acabou de comer, então vamos colocá-lo imediatamente no sítio onde queremos que ele faça as suas necessidades. O mesmo nas outras situações descritas. Aquela ideia de que se deve esfregar o focinho do cão nas suas necessidades para lhe mostrarmos que estamos desagradados é errada. Servirá apenas para assustarmos e confundirmos o cachorro. Devemos mostrar o nosso desagrado, ralhando com ele verbalmente e abanando-o pelo cachaço, mas também devemos mostrar a nossa satisfação e incentivá-lo sempre que ele faz as suas necessidades no sítio correcto. Não podemos apenas mostrar o que não queremos que ele faça, esperando que ele um dia acerte no comportamento correcto. Temos, sim, que lhe mostrar como agir, acariciando-o e felicitando-o verbalmente pelas boas acções. Existem também produtos no mercado especializado que, através do cheiro, incentivam os cachorros a fazerem as suas necessidades onde os donos desejam ou desincentivam a que o façam em determinados sítios. Se não quisermos gastar dinheiro adquirindo estes produtos especializados, podemos sempre atrair o cachorro através do cheiro da sua própria urina ou fezes (sujando folhas de jornal, por exemplo, e colocando-as numa varanda ou num canto do quintal), e desincentivá-lo de fazer num determinado sítio espalhando pimenta para que o cheiro o confunda.

Uma forma de facilitar a aprendizagem do nosso cão é tentar o mais possível dar-lhe as refeições a horas certas, pois isso ajuda a regular o funcionamento dos intestinos. Um cachorro estará educado neste aspecto tanto mais depressa quanto mais persistentes ou os seus donos forem: se eu sei que o meu cachorro acorda com o nascer do dia, será melhor eu acordar um bocadinho antes dele, para ser eu a acordá-lo e ir colocá-lo a fazer as suas necessidades. Para o educar a não fazer nada durante a noite, pode sempre optar-se por colocar o cachorro a dormir dentro de um espaço fechado pequeno (por exemplo, numa transportadora). Como os cachorros não gostam de fazer as suas necessidades no espaço onde dormem, tendem a controlar-se e a educar-se mais depressa.

Não vale a pena tentar ensinar um cachorro a ir fazer as suas necessidades numa caixa com areia para gatos. Os cães necessitam de cheiros que lhes indiquem um sítio onde fazer as suas necessidades. A areia para gatos é, normalmente, perfumada e tende a absorver os cheiros, pelo que o cachorro não se sentirá nada agradado. Se optar por arranjar uma caixa, será melhor colocar areia sem cheiro ou terra.

Pode ser complicado trazer o cachorro à rua nas primeiras semanas de vida, devido ao período de primo vacinação em que ele ainda não está completamente imune a várias doenças perigosas. Se não houver outra alternativa, deve escolher-se um sítio onde não passem muitos outros cães, de forma a diminuir a probabilidade de apanhar doenças. Independentemente da idade do nosso cão, devemos ter consciência que quando ele faz as suas necessidades na via pública é nossa responsabilidade não incomodar as outras pessoas e não criarmos um problema de saúde pública. Como tal, nunca é demais relembrarmos que se deve sempre apanhar as necessidades dos cães, pois não custa nada andar com um saco de plástico no bolso.